segunda-feira, 3 de setembro de 2007

Branding - O Poder da Emoção: O Caso Parmalat


Em 1996 a Parmalat lançou no mercado a campanha intitulada "mamíferos parmalat", onde apareciam diversas crianças (entre 03 e 04 anos de idade) vestidos com roupas de pelúcia simulando alguns animais como leão, ovelha, porco, vaca, elefante, rinoceronte, cachorro, gato e outros. Na propaganda tocava uma música enquanto ia mostrando os "bichinhos" que dizia o seguinte:


"O Elefante é fã de Parmalat
O Porco cor de rosa e o Macaco também são
O Panda e a Vaquinha só querem Parmalat
Assim como a Foquinha o Ursinho e o Leão

O Gato mia
O Cachorrinho late
O Rinoceronte só quer leite Parmalat

Mantenha o seu filhote forte “vamo” lá
Trate seus bichinhos com amor e Parmalat

Tomou?"



A propaganda foi um sucesso tão grande que gerou várias paródias e outras propagandas da série, sendo vinculada inclusive em outros países, como a China, tendo a sua própria versão dos mamíferos com animais da região.





Durante os dois anos seguintes,a Parmalat seguindo o sucesso da propaganda lançou uma promoção que virou febre em todo o país. Você juntando 20 códigos de de barras de produtos parmalat com mais R$8,00, poderia trocar por um bichinho de pelúcia da série "mamíferos" que vinha segurando junto uma caixinha de leite parmalat de pelúcia.

Esta promoção foi um estouro e a Parmalat teve de aumentar a produção dos bonecos de 300 mil unidades para 15 milhões. No dia 05 de maio de 1998, foram distribruidos 500 mil bichinhos, sendo considerada a maior troca de "brindes" já feita no país. Depois desta promoção, a empresa se consolidou como uma das três maiores de produtos alimentícios no Brasil, tendo um aumento de faturamenteo de R$ 38 milhões, para R$ 1,87 bilhão por ano.*

No dia 30 de agosto de 2007, a Parmalat lançou a sua nova campanha para anunciar a nova linha de produtos. Para isso ela se utilizou do sucesso adquirido com os mamíferos e resolveu coloca-los novamente nas telas, mostrando o crescimento saudável que tiveram nestes dez anos tomando produtos da linha Parmalat. Para isso, foram chamados novamente todas as crianças que interpretaram os animais originais em 1996 para reviverem os seus papéis na nova propaganda, onde aparecem tentando colocar as roupas originais, que obviamente não servem mais neles.



A música original da propaganda ganhou uma nova versão, mostrando como as crianças cresceram saudavelmente. A parmalat lançou também um hotsite para promover melhor a campanha, disponibilizando papéis de parede com os "mamíferos" e em breve novas diversões e informações para os usuários.

Este é um ótimo exemplo de Branding, onde o cliente está sendo pego pela emoção. Conversando sobre a propaganda com alguns conhecidos, muitos disseram que ao ver a nova propaganda na mídia, quase choraram.

O site Portal da Propaganda traz um artigo falando melhor e junto um vídeo de uma entrevista
exclusiva feita com João Audi, presidente da Parmalat, onde ele fala do intuito planejado para esta nova campanha.


*Informação retirada do site Correio Web

5 comentários:

ju k disse...

adorei, amei, quase chorei. eu tbém cantei muito esta musiquinha em teatrinho de Pinheiral ou Acampamento. Tomou?bju

Paulo Peres disse...

Walter neste caso da Parmalat, realmente me pergunto se foi uma questão de branding mesmo esse fenômeno e não apenas uma boa campanha de comunicação, bem direcionada com uma ótima logística.
No entanto vejo como foi tão forte a campanha que o nome Parmalat passa incólume nas cabeças da população. Devia ter gente que nem sabia que a Parmalat tinha saído do mercado, que teve aquele rolo todo.
A força desta marca é impressionante. Ela realmente conseguiu um espaço forte na cabeça do consumidor.
abs

Marcelo Moro disse...

não passou da hora de atualizar o blog????????

Marcelo Moro disse...

AtualizaAtualizaAtualizaAtualiza
AtualizaAtualizaAtualizaAtualiza
AtualizaAtualizaAtualizaAtualiza
AtualizaAtualizaAtualizaAtualiza
AtualizaAtualizaAtualizaAtualiza

Anônimo disse...

globes bend punish totravel odour periodically validating nutrients realisation theyre inhabitant
lolikneri havaqatsu